quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Primeiras impressões

Pois bem, cheguei em Dublin! Depois de mais de 24 horas de voo, minha única mala foi perdida pela companhia aérea e cheguei na residência estudantil no domingo apenas com a bolsa e mala de mão. Ao me acomodar no quarto e ficar sozinha foi que a ficha caiu. Pensei: "Meu Deus, que diabos eu vim fazer aqui???" (entre outros pensamentos que não vou descrever para não preocupar ninguém). Confesso, chorei.

Uma colega de casa, a Cláudia que está no quarto ao lado, era a única que estava aqui depois que me acomodei. Procurei um computador (porque eu também não tinha como ligar o meu já que o meu adaptador estava na mala) para tentar mandar notícias para a família, o Guilherme, que me recebeu e me mostrou o espaço, me emprestou o dele. E ai que foi ainda pior. Entrei no face, vi fotos dos amigos e da família. O coração apertou... como eu estou longe! A jovem corajosa que saiu sozinha de Salvador rumo a Dublin não resistiu... kkkkk A Cláudia me viu chorando em frente ao computador e me ofereceu comida, toda fofa e preocupada.

Mais tarde conheci as meninas que estão no meu quarto, Marília e Daniele. Elas são de Recife, muito gente boa e também chegaram recentemente (2 dias antes de mim). Elas me viram sensível e me acolheram muito bem! Na segunda-feira, fomos na escola saber sobre a documentação. Tem todo um procedimento ao chegar: solicitar o PPS, abrir conta em banco, depositar o $ exigido, solicitar visto etc. Depois do Carlos falar sobre essas coisas e mostrar a escola, fomos andando ao centro para me situar e comprar o chip da vodafone (uma empresa de telefonia móvel que tem uma promoção sucesso e por isso todo brasileiro tem... kkkkk).





Descobri as lojas de 1 e 2 euros, a Diesel, além da Penneys. Aqui é o paraíso dos consumistas... roupa, sapato, bolsa, tudo muito barato. Só comida é que pesa no orçamento. rsrs Ainda bem que sou uma pessoa muito controlada. Por enquanto só comprei 2 pares de luva, mais um cachecol, além de uma sombrinha que perdi minutos depois no táxi... faz parte! rs Ah, também, comprei o chip da Vodafone (todo mundo tem porque fala de graça! rsrs)

Pegamos ônibus errado e voltamos na contramão, mas depois pegamos um táxi e resolvemos um problema. Parei na escola para pegar minha mala (toda quebrada!) e fui para a casa mais feliz e tranquila porque estava com minhas coisas!

Na terça-feira fomos no centro de novo para solicitar o tal PPS (o PIS do Brasil.. o número que permite trabalhar legalmente na Irlanda - tenho direito a trabalhar 20h nos primeiros 6 meses e 40h nos últimos 6 meses...). Também fiz a carteira de estudante, conheci brechós e cheguei a conclusão de que preciso de uma fantasia para o hallowen... a galera aqui leva a sério a brincadeira... muito legal! A noite fomos na Diceys Garden, em uma festa que dia de terça-feira tem promoção de 2 euros qualquer bebida e algumas comidas. Muito legal o local... vários ambientes, galera misturada. Muito brasileiro? sim... Mas também muito italiano, espanhol, irlandês, argentino, venezuelano... gente do mundo todo! Adorei! Como já disse no face, quem dera Salvador ter um local como esse. A galera vai de qualquer jeito! Muita gente vai direto do trabalho (até porque até 19 horas não paga os 5 euros de entrada. Detalhe: entrei às 19:02 e tive que pagar!). Aliás, um dos pontos negativos é a organização européia! Putz.... tem policial/segurança até dentro da festa. Você não pode descer ou subir devagar a escada, parar muito menos... e ficar em local de circulação de pessoas??? NEVER! Passar com copo de bebida na pista de dança??? Não mesmo! Sempre tem uma cara de colete verde cana para dizer que você não pode isso e aquilo... kkkkkkkkk Confesso que irrita essa organização excessiva, mas tudo bem... a gente acostuma!


Na quarta acordamos meio dia... oh, coisa boa! Fomos conhecer a academia (nos perdemos de novo!) e depois fazer compras para almoço e jantar! Compras (com 2 vinhos) e gastei 16 euros... #sonho! kkkkkk Depois da 'pasta' (penne ao molho branco com bacon! - sem gorgonzola, girls!) com coca-cola (estava com saudade!), fomos falar com a família pelo face, arrumar a bagunça do quarto e tomar um vinho branco (o da promoção do mercado - mas estava era delícia!!).

Pois, é! Essa é minha vida "in Dublin"... Um pouco perdida ainda... sem câmera, sem apartamento e emprego AINDA. Mas a cada dia tendo novas conquistas e realizações. Entender o inglês aqui é bem difícil. Eles falam rápido e com sotaque, mas tem muita paciência e cuidado por saberem que somos de fora e estamos aprendendo.

Até aqui estou muito feliz. Obrigada pelo apoio de todos. Perguntem nos comentários, no facebook... Estou sempre por aqui!

Beijossssssssssssssss

(em breve fotos - ainda estou sem máquina. Estas fotos são da máquina de Marília)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe suas ideias!